Advertisement

Exame do nível de potássio

Panorama geral

O exame de potássio é usado para medir a quantidade de potássio no sangue. O potássio ajuda a retirar os resíduos das células e leva os nutrientes para as células. Este eletrólito é essencial para o funcionamento adequado de músculos e nervos. Mesmo pequenos aumentos ou diminuições na quantidade de potássio no sangue podem resultar em sérios problemas de saúde.

O médico pode pedir um exame de potássio como parte de um check-up de rotina ou se suspeitar de um desequilíbrio eletrolítico. O potássio é um eletrólito. Um eletrólito se torna um íon quando está em uma solução. Os eletrólitos conduzem eletricidade e são importantes para o funcionamento normal de células e órgãos.

O teste é realizado como um simples exame de sangue e possui poucos riscos ou efeitos colaterais. A amostra de sangue será enviada a um laboratório para análise e o médico analisará os resultados com o paciente.

Advertisement
Advertisement

Uso

Uso

Um exame de potássio é frequentemente realizado como parte de um painel metabólico básico (um grupo de exames químicos do soro do sangue). O médico pode pedir um exame de potássio durante uma série de exames de rotina ou por uma variedade de outras razões, incluindo:

  • verificar ou monitorar desequilíbrios eletrolíticos;
  • monitorar certos medicamentos que afetam os níveis de potássio, especialmente diuréticos, medicamentos para o coração e medicamentos para controle da pressão arterial;
  • diagnosticar problemas cardíacos e pressão arterial elevada;
  • diagnosticar ou monitorar doença renal;
  • verificar a acidose metabólica (quando os rins não removem suficiente ácido do corpo ou quando o corpo produz demasiado ácido, como pode acontecer no diabetes não controlado);
  • diagnosticar alcalose (alcalose é uma doença na qual os líquidos do corpo têm excesso de base (álcali));
  • encontrar a causa de um ataque de paralisia.

O exame ajudará a revelar se o nível de potássio está ou não normal.

Advertisement

Procedimentos

Procedimentos

Antes do exame, o médico poderá orientar a pessoa a parar de tomar medicamentos que possam interferir nos resultados do exame. O paciente deve consultar o médico para obter informações específicas antes da realização do exame.

O exame do nível de potássio é realizado como qualquer outro exame de sangue de rotina. O profissional de saúde utilizará um antisséptico tópico para limpar uma pequena área do braço do paciente, geralmente a parte interna do cotovelo ou na parte posterior da mão. Ele irá colocar uma faixa ao redor do braço do paciente (garrote) para criar pressão para que as veias se inchem.

Uma agulha será introduzida na veia do paciente. A pessoa pode sentir uma picada ou pontada quando a agulha é inserida. Uma pequena quantidade de sangue é coletada em um tubo. A agulha e a cinta serão retiradas e o local de acesso será coberto com um pequeno curativo. O exame normalmente leva apenas alguns minutos.

Os riscos e efeitos colaterais de um exame do nível de potássio são os mesmos que para qualquer exame de sangue de rotina. Em alguns casos, o técnico que coleta a amostra de sangue pode ter problemas em encontrar uma veia adequada. Em raros casos, sangramento, hematomas, tonturas e desmaios são relatados. Toda a vez que a pele é perfurada ocorre um pequeno risco de infecção.

Advertisement
Advertisement

Resultados

Resultados

O corpo necessita de potássio para seu funcionamento normal. Isto é vital para o funcionamento das células nervosas e musculares. Um nível de potássio normal fica entre 3,6 e 5,2 milimols por litro (mmol/L). É importante observar que os laboratórios de análises podem usar valores diferentes. Por esse motivo, o médico deve ser consultado para interpretar os resultados.

A quantidade de potássio no sangue é tão pequena que pequenos aumentos ou diminuições podem causar graves problemas.

Baixos níveis de potássio (hipocalemia)

Níveis de potássio abaixo do normal podem ser causados por:

  • dieta com ingestão baixa de potássio;
  • distúrbios gastrintestinais, diarreia crônica, vômitos;
  • uso de diuréticos;
  • certos medicamentos (por exemplo, corticosteróides, certos antibióticos e antifúngicos);
  • uma dose excessiva de paracetamol;
  • diabetes (principalmente após tomar insulina);
  • estenose da artéria renal (estreitamento da artéria que leva o sangue para os rins);
  • paralisia periódica hipercalcêmica (episódios de fraqueza muscular);
  • hiperaldosteronismo (glândula adrenal libera quantidade excessiva do hormônio aldosterona).

Em casos raros, os baixos níveis de potássio podem ser devidos à:

  • síndrome de Cushing (ocorre quando o organismo produz níveis altos de um hormônio denominado cortisol ou se houve uso de hormônios esteroides);
  • acidose tubular renal (quando os rins não podem remover adequadamente os ácidos para a urina, resultando em muito ácido no sangue).

Níveis elevados de potássio (hipercalemia)

Um nível de potássio no sangue igual ou superior a 7,0 mmol/L pode ser fatal. Nível de potássio acima do normal pode ser o resultado de:

  • dieta rica em potássio;
  • alguns medicamentos (como anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs), betabloqueadores, inibidores da enzima e diuréticos);
  • transfusão de sangue;
  • destruição de glóbulos vermelhos;
  • lesão nos tecidos;
  • infecções;
  • diabetes;
  • desidratação;
  • acidose respiratória (os pulmões não conseguem eliminar o dióxido de carbono produzido pelo organismo, tornando os líquidos muito ácidos);
  • acidose metabólica (o organismo produz demasiado ácido ou os rins não conseguem remover ácido suficiente do corpo);
  • paralisia periódica hipercalcêmica (episódios de fraqueza muscular);
  • insuficiência renal.

Em raros casos, níveis elevados de potássio no sangue podem ser causados por:

  • doença de Addison (glândulas suprarrenais ou adrenais não produzem hormônios suficientemente);
  • hipoaldosteronismo (uma doença onde há uma deficiência ou função insuficiente do hormônio aldosterona).

Resultados falsos

Pode ocorrer resultados falsos em um exame de potássio durante a coleta e processamento da amostra de sangue. Por exemplo, os níveis de potássio podem aumentar se o paciente relaxar e fechar o punho enquanto o sangue está sendo coletado. Um atraso no transporte da amostra para o laboratório ou a agitação da amostra pode fazer com que o potássio vaze para fora das células e vá para o soro.

Havendo suspeita de resultado falso, o médico pedirá a repetição do exame.

Advertisement

Dieta

Dieta

É possível que se obtenha a quantidade necessária exata de potássio diretamente da dieta alimentar. A quantidade adequada de ingestão de potássio dependerá da idade, sexo e condições específicas de saúde. Os dados a seguir são uma orientação geral fornecida pelo Instituto de Medicina (Institute of Medicine) dos EUA. (http://iom.edu/). O médico deve determinar o nível adequado para o paciente.

GRAMAS POR DIA POR IDADE

de 0 a 6 meses

.4

de 7 a 12 meses

.7

de 1 a 3 anos

3.0

de 4 a 8 anos

3.8

9-13

4.5

14-18

4,7

19 anos ou mais

4.7

Lactante

5.1

Algumas excelentes fontes alimentares de potássio são:

  • acelga;
  • feijão de lima;
  • feijão encarnado;
  • Batata-doce e batatas cozidas (especialmente as cascas);
  • espinafre;
  • mamão papaia;
  • feijão carioca;
  • banana;
  • Lentilha.
Article resources
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement