Advertisement

Calor e frio: Segurança em temperaturas extremas

Pessoas que planejam viajar ao ar livre devem se preparar para enfrentar todos os tipos de condições climáticas, desde dias mais chuvosos aos mais secos e desde dias mais quentes às noites mais frias.

A temperatura central normal do corpo humano é de 37 a 37,7 °C. Para manter a temperatura corporal sem a ajuda de qualquer equipamento de aquecimento ou refrigeração, o ambiente externo deverá estar em cerca de 27 °C. As roupas não são somente uma convenção social, são ferramentas necessárias para o aquecimento. Em geral, podemos colocar mais roupas nos meses mais frios e usar ventiladores ou aparelhos de ar condicionado nos meses mais quentes para manter uma temperatura central saudável.

Advertisement
Advertisement

No entanto, algumas vezes podemos enfrentar temperaturas extremas. Portanto, é essencial ter conhecimento sobre os problemas que afetam a saúde que podem ser enfrentados e como minimizar problemas relacionados à temperatura.

O Calor

Em primeiro lugar, é importante observar que o valor da temperatura mostrada em um termômetro não é necessariamente a temperatura com que devemos nos preocupar; a umidade relativa de um ambiente pode afetar significativamente o que é chamado de sensação térmica ou a temperatura que realmente é sentida. Se a temperatura ambiente for de 29 °C, mas a umidade for zero, a sensação térmica será de 25 °C, enquanto que a mesma temperatura em um ambiente com 80 por cento de umidade dará a sensação térmica de 36 °C.

Altas temperaturas ambientes podem ser perigosas para o corpo humano. Na faixa de 32 a 40 graus C, podem ocorrer câimbras e exaustão pelo calor. Entre 40 e 54 °C, a exaustão pelo calor é quase certa e as atividades devem ser significativamente restritas. Uma temperatura ambiente de mais de 54 °C provavelmente levará à insolação.

Advertisement

As doenças relacionadas ao calor incluem:

  • exaustão pelo calor;
  • insolação;
  • cãibras musculares;
  • inchaço pelo calor.
  • Desmaio

O melhor a fazer para evitar doenças relacionadas ao calor é manter-se bem hidratado. É necessário beber líquidos em quantidade suficiente para que a urina se mantenha com coloração clara e límpida. Não se deve depender da sede como indicador da quantidade de líquido necessário. Em situações em que ocorre perda de líquidos (como muito suor), é importante também garantir a reposição de eletrólitos. Também é importante usar roupas apropriadas ao ambiente; uma vestimenta com isolamento térmico inadequada (para a temperatura) pode levar ao superaquecimento.

Advertisement
Advertisement

O frio

Assim como para as altas temperaturas, quando em baixas temperaturas, não se deve confiar unicamente nos valores de temperatura ambientes mostrados no termômetro. Por exemplo, a velocidade do vento e a umidade externa do corpo podem causar calafrios que alteram drasticamente a taxa de resfriamento do corpo e a sensação térmica. Em climas muito frios, especialmente com vento frio forte, uma pessoa pode apresentar início rápido de hipotermia. Cair em água gelada também pode causar hipotermia por imersão.

Se a temperatura do corpo cair para menos de 37 °C, a pessoa pode começar a tremer, apresentar aumento da frequência cardíaca e diminuição leve da coordenação motora e uma necessidade urgente de urinar. Se a temperatura corporal cair para entre 33 e 29,5 °C, a pessoa parará de tremer e poderá entrar em estupor, sentir-se tonto, não conseguir andar e apresentar alteração entre frequência cardíaca e respiratória rápidas e baixa frequência respiratória e respiração superficial. Entre 29,5 e 22 °C, a pessoa apresentará respiração mínima, reflexos diminuídos ou inexistentes e incapacidade de mover-se ou responder a estímulos, pressão arterial baixa e possivelmente coma. A temperatura corporal inferior a 22 oC é extremamente perigosa e pode resultar em rigidez muscular, pressão arterial extremamente baixa ou ausente, diminuição da frequência cardíaca e respiratória que pode levar à morte.

É essencial proteger e retirar do frio qualquer pessoa que estiver apresentando sintomas iniciais de hipotermia. No entanto, não se deve tentar aquecer uma pessoa que estiver com hipotermia grave com fricção ou exercícios vigorosos, pois isso poderá causar problemas ainda mais difíceis.

Outras doenças relacionadas ao frio incluem:

  • Queimaduras superficiais (Frostnip);
  • Lesões causadas pelo frio;
  • Pé de trincheira (ou pé de imersão);
  • Perniose ou eritema pérnio (Chilblain);
  • Fenômeno de Raynaud;
  • Urticária induzida pelo frio.

Além dessas doenças, o inverno pode causar grandes inconvenientes para viajantes. É importante estar preparado para enfrentar a neve pesada e o frio extremo nas estradas e em casa.

Advertisement
Advertisement

O preparo adequado e a atenção às condições climáticas podem prevenir ou tratar muitas situações e doenças associadas à temperatura.

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement